O termo branded content é definido em marketing como aquele conteúdo de marca que conversa com o seu consumidor. Ao contrário da publicidade, não tem a ver com a venda direta de um item. Se este item, porém, não tiver a correta divulgação, não vai vender. Então, como assim não tem a ver com a venda??

Explicando: sua marca precisa ser forte a ponto de se tornar uma referência para determinado assunto. Por exemplo, quando você ouve a palavra Avon, além de ser imediatamente remetido à empresa de cosméticos, lembra também das campanhas de combate ao câncer de mama. Entendeu agora?

Sabemos que é um tanto difícil de não associar vendas a uma marca forte. Ao mesmo tempo, é preciso entender que, atualmente, não se conquista clientes sem uma certa potência em um nome. Desde o mais simples dos botecos, até à sofisticada loja de departamentos, a marca tem que ter aquele algo mais. Aquele tchan que a gente não sabe definir bem o que é, mas que vai colocar você na vitrine dos negócios.  

De acordo com o site sumus.com.br, temos como exemplo a Coca-Cola. Muito mais do que refrescar, a bebida nos lembra do quanto as reuniões de família são importantes e que o bom mesmo é viver intensamente. No site comunidade.rockcontent.com está o exemplo da marca Dove, que utiliza o Instagram para postar mensagens que levantem a autoestima das pessoas.

Quem trabalha com marketing digital sabe que é bastante trabalhoso encontrar o ponto de equilíbrio entre marca de referência e bom vendedor. Só que o branded content já é uma tendência da qual ninguém mais escapa. E será que tem alguém que quer escapar?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *